Você está aqui: Home Cotidiano Motorista grava erosão em parte da BR-364

Motorista grava erosão em parte da BR-364

Problema é causado pela cheia do rio Madeira

O aumento no nível do rio Madeira começou a causar os primeiros problemas na BR-364. Com a água há poucos centímetros da pista, uma erosão foi causada na rodovia, próximo a Nova Mutum.

Thiago Caetano, superintendente do Dnit no Acre, afirmou que isso não deve comprometer a trafegabilidade, mas indica que a situação pode se agravar. “Não é motivo de preocupação o Dnit em Rondônia já está monitorando essa situação, e com certeza, já está tomando as providencias necessárias para conter essa erosão e impedir o avanço sobre a rodovia, e possível isolamento parcial da rodovia.”

Em Porto Velho o rio Madeira está com 13 e 61, na região do Abunã, onde existe a travessia da bolsa, o nível das águas chegou a 19,95 m na manhã desta quinta-feira. Se comparado com o mesmo período de 2014, quando ocorreu o isolamento da estrada, essa marca já é bem maior.

Uma das medidas para minimizar o problema seria a abertura das comportas das hidrelétricas. A usina de Jirau já se comprometeu em ajudar. “A gente conseguiu fazer o contato direto com a usina de Jirau e tivemos uma reposta que está tendo um monitoramento permanente, milimétrico do rio, por parte da usina. E, que, segundo eles, tenha o risco de uma cheia grande eles vão abrir as comportas para impedir o transbordo pela rodovia, ” disse Caetano.

Após o Acre ficar isolado via terrestre em 2014, o Dnit realizou a elevação da BR, mas o risco de um novo isolamento é uma realidade. Naquela época, o estado ficou desabastecido. Os empresários não estavam preparados e foram pegos de surpresa.

Dessa vez, o presidente da Associação Comercial do Acre, Celestino Bento, garantiu que já busca medidas para evitar transtornos com uma possível cheia. “Convidamos o Basa para fazer parte da nossa reunião, que deixou prontamente as portas abertas para que o empresário, caso haja necessidade, busque o Basa pra que possa disponibilizar capital de giro, isso depende muito do relacionamento banco/empresário.”

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado