Você está aqui: Home Galeria de Fotos Para enfraquecer PCdoB, Perpétua passa a ser apresentada como vice de Tião

galerias-de-fotos agazeta

29 Novembro 2013 Written by  Fábio Pontes

Para enfraquecer PCdoB, Perpétua passa a ser apresentada como vice de Tião

 

Perdas de voto

Passou a ser comum ouvir nas rodas de conversa em Cruzeiro do Sul que está praticamente definido Perpétua Almeida (PCdoB) ser a vice de Tião Viana (PT). Segundo pessoas próximas a deputada, a estratégia com este “telefone sem fio” é fazer com que os seus potenciais eleitores aos poucos deixem de lado a ideia de votar nela para o Senado, buscando outros nomes –de preferência Anibal Diniz (PT). Esta é uma estratégia comum às vésperas de uma disputa acirrada, e enfraquecer o oponente é a melhor forma de garantir um lugar ao Sol.Aos comunistas só interessa o Senado.


 

Conversas e conversas

Questionado se o PCdoB teria disposição para conversar com o PV de Henrique Afonso, o presidente Moisés Diniz afirma não haver problemas nisso. Mas a discussão de alianças, completa, está descartada neste momento com os verdes, por os comunistas insistirem na candidatura única de Perpétua dentro da Frente Popular.

Esforços

Dialogar com PCdoB e PSB era um dos objetivos do PV enquanto estava na Frente Popular para viabilizar a candidatura de Henrique Afonso. O rompimento com o governo deixa a legenda praticamente sem interlocução com os ex-aliados. O único disposto a tomar um café seria o PCdoB, já o PSB quer passar longe dos verdes.

Razões

O PSB é um dos mais subservientes dentro da Frente Popular. A boa acomodação de seus filiados em cargos o faz colocar na zona de conforto, ficando sempre à sombra do PT. A simples disposição do diálogo com o PV pode ser vista como uma afronta e resultar em retaliações a curtíssimo prazo.

Menu

Com a escassez de interlocução com legendas da Frente, ao PV só resta mesmo a sobrevivência na oposição, sobretudo no grupo do Democratas e PSD. É lá onde ele tem mais espaços no caso de sua candidatura ao Palácio Rio Branco não se viabilizar, restará o Senado ao lado de Tiao Bocalom (DEM).

Excomungados

Os aliados de Henrique Afonso com cargos na prefeitura tiveram ontem seu último dia de trabalho. Francineudo  Costa, um dos mais próximos do deputado, deixou o emprego na Secretaria de Meio Ambiente. Só escaparam da degola os que fizeram juras de amor ao governo Tião Viana (PT).

Pouca chance

A última tentativa da secretária Márcia Regina (Casa Civil) para salvar o PV do pecado de ir para a oposição é buscar uma intervenção junto ao diretório nacional. Suas chances de sucesso são poucas; a cúpula em Brasília certamente dará mais crédito ao seu único deputado federal no Acre.

Poucas chances

A lógica é simples: mais vale um deputado federal na mão do que uma secretaria de governo defendendo apenas os interesses deste mesmo governo. Há 20 anos o PV ficou à sombra dos companheiros do PT, e agora quer mostrar sua identidade ao eleitor acreano. Esta análise pesará ante a direção nacional.

Fatores surpresas

Novidades podem surgir nas próximas semanas dentro da coligação PSD e Democratas. A mudança estará mais centrada na postura do senador Sérgio Petecão (PSD), principal fomentador do grupo, mas podendo vir a se apresentar de uma nova forma. 

Não há vaga

A prefeitura se vangloria de Rio Branco ter uma das maiores malhas de ciclovia entre as capitais, mas peca em um quesito: faltam bicicletários no centro da capital. Quem deseja trabalhar usando a “magrela” dificilmente encontrará locais em espaços públicos apropriados.

Alternativa

Na terra da gasolina mais cara do país, recorrer às bicicletas vai ser uma boa opção ante este aumento de 4% no preço do combustível. Usar carro está ficando cada vez mais difícil em Rio Branco; trânsito parado, cerco policial aos condutores e o assalto ao bolso na hora de abastecer.

As razões

Reportagem de ontem do “Brasil Econômico” explica as razões para esta 12º rodada de leilões da ANP não ter sido bem-sucedida. O ineditismo de muitos dos blocos à venda, as dificuldades de exploração e a distâncias destes dos maiores mercados consumidores afastaram as grandes empresas, só restando a Petrobras.

Garantias

Por conta disso o Palácio Rio Branco precisa fazer sua parte para evitar que a exploração de petróleo e gás não seja mais uma peça publicitária. Uma vantagem já assegurada é a pavimentação da BR-364; daqui para a frente é manter as boas condições de tráfego, além de outros investimentos importantes.

 

 



agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado