Artigos

Carlinhos da Saúde afirma que vai provar inocência

MP garante que priorizará análise dos documentos enviados

O prefeito de Porto Acre, Carlos Portela, o Carlinhos da Saúde, entregou nesta quinta-feira (02) ao Ministério Público do Estado, documentos em resposta às denúncias apresentadas contra ele. O prefeito é acusado de várias irregularidades como: desvio de recursos públicos e contratos com despesas excessivas.

Carlinhos da Saúde entregou nas mãos do promotor de justiça Adenilson de Souza, documentos referentes às denúncias recebidas pelo Ministério Público contra a administração dele.

Segundo o promotor, o prefeito não foi notificado ainda sobre os procedimentos investigatórios e se antecipou na apresentação de provas. “Nós temos que investigar se as denúncias têm fundamento. Pra isso, nos baseamos em documentos e o prefeito se antecipando, trazendo os documentos para nós, com certeza nosso trabalho vai começar imediatamente sobre eles”, disse o promotor.

O prefeito explicou ao promotor que está se antecipando, porque tem interesse em comprovar sua inocência. “Não existe uma pessoa que tenha mais interesse em ver esses fatos esclarecidos do que eu. O meu maior patrimônio é a minha dignidade, minha família e meus amigos. Eu vou provar para a sociedade a minha inocência”, disse Carlinhos
Uma das denúncias formalizadas no MP informa que o prefeito de Porto Acre gastou R$ 150 mil em um carro volante enquanto os salários dos servidores estavam atrasados há 4 meses. Ele também é acusado de desvios de combustíveis e de não repassar aos bancos as parcelas da consignação dos servidores que são descontadas em folha.

Sobre os contratos voluptuosos, Carlinhos adiantou a promotoria vai comprovar em documentos que sua administração não tem gastado mais do que o necessário. “Um contrato tem determinado valor, mas efetivamente o que nós pagamos foi outro, porque pagamos o que usufruímos. Aquilo que a administração se serviu dos contratos é apenas de 10 a 15% deles”, explicou.

Segundo uma das denúncias, o prefeito de Porto Acre recebe irregularmente salário do Instituto Federal do Acre (Ifac), além da remuneração de prefeito. Ele afirmou que vai comprovar ao MP que essa informação é mentirosa e que, na verdade, só recebe o salário de prefeito.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado