Você está aqui: Home Polícia Vó denuncia medo de perder o neto após atendimento no Huerb

Polícia

Vó denuncia medo de perder o neto após atendimento no Huerb

Tramal teria causado problema na criança de apenas 4 anos

A busca desesperada de uma avó, para salvar o neto, mostra como está o quadro de saúde no Acre. Maura Isabel chora de desespero, porque está com medo de perder o neto de apenas 4 anos de idade.

O Tiago Amorim, no dia 13 de fevereiro, na terça-feira de carnaval, foi levado pela mãe dele ao pronto socorro de Rio Branco. Estava com dores abdominais. O médico de plantão passou o medicamento tramal, um analgésico forte, que age no sistema nervoso central. Com esse remédio deve-se tomar muito cuidado em doses aplicadas em crianças.
No caso do neto de Isabel, as dores aumentaram depois da aplicação do tramal. O garoto teve uma forte alergia, e mesmo assim, o médico deu alta e mandou a criança de volta para casa. Passadas três horas depois a família retornou ao pronto socorro. A criança estava toda vermelha e não mexia a parte inferior do inferior.

O caso estava tão grave que ele foi enviado para o hospital infantil, onde está internado.

A família pede ajuda. “Eu estou pedindo que algum médico acompanhe meu neto. Ele está perdendo a vida. Precisamos de ajuda. Ele não podia ter tomado aquele remédio. Era forte demais”, reclamou Maura Isabel, vó do garoto.

A família de Tiago foi até a enfermeira que aplicou o medicamento. Para se defender a profissional, que não teve o nome revelado, disse que seguiu a orientação do médico. Já o médico a família não conseguiu encontrá-lo.

Por meio de uma nota, a direção do Hospital de Urgência afirmou ser impossível dizer se houve qualquer tipo de processo alérgico sem investigação adequada. A direção do hospital disse ainda, que vai apurar o procedimento que, a princípio, segundo o hospital, foi realizado de forma correta. Os diretores ressaltam ainda que o medicamento aplicado na criança é indicado ao quadro clínico apresentado pelo paciente. De acordo com os médicos, o garoto Tiago não apresenta risco de morte.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado