Você está aqui: Home Polícia Em três bairros, violência imperou na Capital

Polícia

Em três bairros, violência imperou na Capital

Nove tentativas de homicídio e quatro mortes

O final de semana foi um dos mais violentos do ano na Capital. Foram pelo menos nove tentativas de homicídio registradas e quatro mortes, espalhadas pelos bairros Palheiral, Cidade do Povo, Tancredo Neves, Ramal Liberdade e Oscar Passos. Quatro pessoas morreram, incluindo dois adolescentes.

Os casos variam de crimes vinculados às disputas de facções a crime passional, como o que levou à morte Maria Madalena Alves, 43, no bairro Palheiral. O suspeito é o próprio marido, José Roberto, 47, já preso.

Outro caso foi registrado no Ramal Liberdade. Um jovem de 16 anos foi crivado de balas. Foram, pelo menos 10 tiros.

No bairro Oscar Passos, Cleiton Oliveira da Silva Júnior, 24, e um adolescente de 16 anos morreram em um bar. Eles foram atingidos por tiros enquanto conversavam no local. Gleiverson Fernandes da Silva levou um tiro no tórax. Plínio João da Silva foi baleado na perna.

Cleiton Oliveira e o adolescente, segundo relatos obtidos no local do crime (por familiares e amigos) não pertenciam a facções. Estavam na hora e no local errado.

A maior parte dos casos aconteceu a partir do sábado à tarde e transformou a já tumultuada rotina do Pronto Socorro do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco em um caos. As ambulâncias do Samu chegavam a todo instante trazendo um ferido após o outro.

De forma não oficial, o que policiais informam à imprensa é que houve o comprometimento de uma facção paulistana de "dar estrutura" a um grupo criminoso acriano para se contrapor a um terceiro bando, já hegemônico na Capital. Essa informação aponta que o cenário de violência em Rio Branco tende a aumentar nos próximos meses.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado