Você está aqui: Home Polícia Hefesto: Charlene Lima pode ser solta nesta quinta (18)

Polícia

Hefesto: Charlene Lima pode ser solta nesta quinta (18)

Empresária conseguiu um habeas corpus em Brasília

A publicitária Charlene Lima, presa na Operação Hefesto, que investiga fraude em contratos da Assembleia Legislativa do Acre e de tentativa de suborno, pode ser solta na manhã desta quinta-feira (18). A decisão é resultado de um pedido de Habeas Corpus formalizado pela defesa no Tribunal Regional Federal de Brasília. Quem definiu pelo deferimento do HC foi o juiz federal Leão Aparecido Alves. A empresária passou 34 dias presa.

Os dois funcionários da Aleac acusados de envolvimento no suposto esquema criminoso envolvendo o parlamento, Adalcimar Nunes e Francisco Auricélio Rêgo, também foram soltos. A liberdade foi concedida pelo desembargador federal Mário César Ribeiro, da Justiça Federal. Ele acatou o pedido de Habeas Corpus. Os dois servidores foram presos na Operação Hora Extra, um desdobramento da Operação Hefesto.

Os dois servidores são acusados de efetivar o suposto esquema criminoso na Aleac por meio de relações com a empresária Charlene Lima. Os dois são acusados de obstruir o trabalho da Justiça quando tentaram destruir provas que supostamente poderiam evidenciar o esquema criminoso do grupo.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado