Você está aqui: Home Política Estado pode perder R$ 94 milhões para aplicar em ramais

Política

Estado pode perder R$ 94 milhões para aplicar em ramais

Contrapartida: Estado promete cumprir exigência

A superintendência do Ministério da Agricultura no Acre chamou o Deracre para uma reunião nessa segunda-feira para dar um alerta: o Acre pode perder R$ 94,5 milhões para melhoria de ramais.

No final de 2017, ficou acertado que o Estado receberia esse recurso para aplicar nas estradas vicinais (ramais) em vários municípios.

Os recursos são oriundos de emenda de bancada empenhada pelo Ministério da Agricultura. Com o dinheiro dá para recuperar mais de 4 mil quilômetros de ramais.

Só que essa emenda corre o risco de ficar perdida. Segundo o superintendente do Ministério da Agricultura, Luziel de Carvalho, a Caixa Econômica Federal só vai liberar o recurso se o estado apresentar uma contrapartida de quase R$ 5 milhões.

O banco está exigindo que seja feita a drenagem nos ramais indicados e esse
serviço “extra”, deve ser pago pelo governo do estado como contrapartida no convênio. Acontece que, agora essa segunda-feira o banco não obteve uma resposta, e diante do silêncio, o dinheiro pode não sair de Brasília.

O Governo do Estado vai ter que fazer uma readequação no projeto e apresentar os pontos de drenagem. A direção do Deracre não quis gravar entrevista. Em conversa reservada, se limitou a explicar que o Estado não vai perder o recurso.

Para o superintendente do Ministério da Agricultura, o governo não pode perder mais tempo com conversas. “É preciso informar se vai ou não entrar com a contrapartida. Se adotar o sistema da burocracia e do silêncio, o dinheiro vai embora”, alertou Luziel.

O ministério inclusive já foi procurado por produtores rurais que precisam de ajuda para escoar a produção.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado