Você está aqui: Home Política Senar quer recuperar cadeia produtiva do leite

Política

Senar quer recuperar cadeia produtiva do leite

Acre, que já foi autossuficiente, tenta retomar produção

75 produtores das regiões do Acre e Baixo Acre foram escolhidos para um projeto que visa aumentar a produção de leite no Estado. Durante dois anos técnicos do Senar, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural vão dar assistência técnica a esses pequenos e médios produtores, para que possam melhorar a genética do gado, a pastagem e a ração, conhecer regras sanitárias e até a parte gerencial.

Se a cadeia do leite cresce vem os laticínios. No Alto a Baixo Acre são apenas 4, e mesmo assim funcionam com precariedade porque não encontram produto no mercado.

O projeto de assistência técnica é uma parceira do Sebrae e o Senar. O coordenador nacional do programa do Senar fez o lançamento do projeto em Rio Branco nessa quinta-feira. Matheus Ferreira explicou que em outros estados houve um crescimento da produção quando aos produtores passaram a ter assistência técnica.

“O projeto é um sucesso em outros estados, quando o produtor aposta em outras formas de renda e recebe ajuda ele cresce, e a cadeia do leite é sempre um bom negócio”, explicou.

O presidente da Federação da Agricultura do Acre, Assuero Veronez, explicou que a assistência será dada aos 75 produtores por um período de dois anos e com o crescimento da produção leiteira, o projeto vai se expandir, chegando, inclusive, a outras regiões do Estado.

A bacia leiteira do Acre para crescer precisa resolver um problema que afeta toda a produção rural do estado: a falta ou as péssimas condições dos ramais. “Por isso existe uma pedido do Senar para que o Governo do Estado possa ajudar no melhoramento dessas vias”, completou Assuero.

 

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081

Fique Conectado