Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
Você está aqui: Home Cotidiano Casa Instante realiza roda de conversa sobre maternidade

Casa Instante realiza roda de conversa sobre maternidade

Evento possibilitará troca de experiências sobre o pós-parto

A doula Ana Cembranel promove, em parceria com a Casa Instante, a roda de conversa “Puerpério: rompendo o casulo”, nesta quinta-feira (23) em Rio Branco. O encontro tem como objetivo a troca de experiência a respeito da maternidade e a influência do pós-parto na saúde mental da mulher.

Segundo a doula, o momento do evento é oportuno devido a uma campanha que ocorre no mês de janeiro, que conscientiza a população sobre a importância de cuidar da saúde mental. “Estamos no mês alusivo a saúde mental, o janeiro branco, e o pós-parto é onde a mulher desenvolve geralmente a depressão que começa no puerpério e pode se estender”, disse.

Ainda de acordo com Ana, a troca de experiencias além de ser importante para a democratização do conhecimento pode servir como uma forma de acolhimento para aquelas que passam por um momento confuso de mudanças e transformações. “As mulheres conversam muito, as vezes o que uma passa é o que a outra já passou e elas têm referência no que estão falando e realmente não estão loucas, pois muitas acham que estão loucas” .

Mesmo que o tema central da roda de conversa seja o pós-parto, o evento não é restrito a mulheres, qualquer pessoa que se interessa pelo assunto pode participar. O encontro acontece a partir das 19h na casa Instante e a contribuição são produtos de higiene para gestantes e bebês, material que será posteriormente doado à imigrantes venezuelanas

Depressão pós-parto

Uma mistura de emoções pode se manifestar com o nascimento de um bebê, da excitação e da alegria ao medo e à ansiedade. Mas também pode resultar em algo que as mulheres poderiam não esperar: a depressão.

Algumas mães passam apenas pelo baby blues, também chamada de tristeza materna, após o parto. Baby blues geralmente incluiu mudanças de humor, episódios de choro, ansiedade e dificuldade em dormir. A tristeza materna normalmente começa nos primeiros dois a três dias após o nascimento do bebê e pode durar até duas semanas.

No entanto, algumas mães podem desenvolver uma forma mais severa e duradoura de depressão conhecida como depressão pós-parto. Raramente, um distúrbio de humor extremo chamado psicose pós-parto também pode se desenvolver após o parto.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado