Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020
Você está aqui: Home Cotidiano Projeto Saúde Emocional atende vítimas de Covid-19 e familiares

Projeto Saúde Emocional atende vítimas de Covid-19 e familiares

Iniciativa oferece apoio psicológico e orientações

Para promover o apoio emocional as pessoas que contraíram o coronavírus e aos familiares de pacientes e de vítimas fatais da doença, o Gabinete da Primeira-Dama do Acre, a Secretaria de Estado de Assistência Social, Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM) e parceiros realizam o projeto Saúde Emocional Covid-19, com o slogan “Fale comigo, você não está sozinho”.

A iniciativa oferece apoio psicológico e orientações para agir diante da ansiedade ou pânico advindos de um resultado positivo para a Covid-19. O projeto conta com 40 psicólogos que trabalham de forma voluntária no atendimento de pacientes e familiares, bem como idosos e vítimas de violência doméstica, o que contabiliza 203 pessoas recebendo atendimento hoje.

“É importante a ajuda desses profissionais, sou muito grata, o atendimento é ótimo e tem me auxiliado bastante. Na primeira conversa já me senti melhor”, avalia Rocilene da Silva, que perdeu a mãe para a doença.

Para a realização do serviço, que se dá também em parceria com a Vigilância Epidemiológica, é disponibilizado o nome e telefone das pessoas que testaram positivo. Assim, os atendentes entram em contato para oferecer o acolhimento. O atendimento é realizado por Skype, WhatsApp e ligações.

“Na evolução dos atendimentos, você vai vendo a autoestima ser recuperada, a vontade de viver cada dia sendo aumentada e o medo da morte abandonado. Não realizamos terapia de fato, é uma ação que visa dar suporte emocional”, explica uma das psicólogas do programa, Claudia de Carvalho.

O projeto é uma iniciativa do Gabinete da Primeira-Dama, com o apoio do Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC), do Ministério Público do Acre (MPAC) e da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), coordenado pela diretora de Políticas para Mulheres, Isnailda Gondim, e da psicóloga Fernanda Lage.

“O isolamento causado pela pandemia do coronavírus produz diversos impactos negativos, notadamente o medo, a solidão, o estresse, a ansiedade e a depressão. Portanto esse projeto, contribui para a saúde, o bem-estar, a recuperação e, em especial, o acolhimento psicossocial”, conclui a desembargadora do TJ, Eva Evangelista.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado