Sábado, 24 de Outubro de 2020
Você está aqui: Home Cotidiano Barrado em banheiro feminino ganha causa na Justiça

Barrado em banheiro feminino ganha causa na Justiça

Travesti comenta decisão judicial

Há sete anos, a travesti Raquel Félix mora em Rio Branco. Nesse tempo que vive na capital acriana, de uma cena, ela não esquece jamais. “Eu estava na boate e fui impedido de entrar no banheiro das mulheres. Fui conversar com o gerente e acabei sendo expulso e humilhado”, lembra.

Junto com a expulsão, veio o medo e a tristeza. Desde aquele dia, Raquel deixou de sair à noite e só consegue dormir com a ajuda de medicamentos de uso controlado. “Eu perdi a vontade de me divertir. Tenho medo que aquela cena volte a se repetir”, comenta.

A travesti decidiu entrar com uma ação judicial por danos morais, agressão física e preconceito. O episódio ocorreu em novembro de 2012. Dois anos depois, a justiça condenou o ‘Espaço Bené do Cavaco’ a pagar indenização de R$ 2,5 mil.

A reportagem de Agazeta.net procurou responsáveis pela boate, mas ninguém foi encontrado para comentar o caso. Raquel conta que o valor é o de menos, afinal, não há dinheiro que pague a humilhação que ela passou naquela noite. “Nenhum dinheiro paga minha dignidade. Mas confio na justiça de Deus. Essa não falha”, enfatizou.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado