Política

Servidores da saúde iniciam greve geral em Rio Branco

Deputado teria sido agredido durante confusão

Servidores da Saúde do Estado do Acre iniciaram nesta terça-feira (10) greve geral.

Eles tomaram o salão de entrada da Secretaria Estadual de Saúde.

Houve confusão durante tumulto. O deputado Jenilson Leite (PCdoB) e o secretário-adjunto coronel Jorge Rezende estariam envolvidos no bate-boca.

Após concentração na Sesacre, os grevistas seguiram para a Assembleia Legislativa, onde vão buscar apoio dos parlamentares.

Eles buscam melhores condições de trabalho e reformulação do plano de carreira.

O governo do estado se pronunciou, por meio de nota, para repudiar o tumulto ocorrido.

"O Governo do Estado do Acre vem a público repudiar ampla, geral e irrestritamente a inclusão de movimento político-partidário nas supostas manifestações do Sindicato dos Servidores da Saúde (Sintesac), na manhã desta terça-feira, 10, durante a qual ações oportunistas destoam do movimento legítimo proposto pelos representantes de classes.

Repudia, ainda, a agressão verbal e física, visivelmente induzida pelo deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), contra o diretor da Sesacre, Jorge Fernando Rezende”.

Repudia, ainda, a agressão verbal e física, visivelmente induzida pelo deputado estadual Jenilson Leite (PCdoB), contra o diretor da Sesacre, Jorge Fernando Rezende.