Terça-Feira, 07 de Abril de 2020
Você está aqui: Home Política Concursados da Polícia Civil cobram contratação

Política

Concursados da Polícia Civil cobram contratação

Eles concluíram o curso de formação há quase 3 meses

Os mais de 250 policiais civis aprovados no último concurso, realizado em 2017, ainda aguardam contratação. Apesar de já terem realizado o curso de formação há cerca três meses, muitos permanecem desempregados, aguardando posição do governo.

O governador Gladson Cameli realizou uma live através de uma rede social no inicio deste mês se comprometendo em realizar a contratação em até 15 dias, o prazo teria terminado ontem (dia 27). “Na verdade, desde que nos chamaram para o curso de formação, várias promessas foram feitas,” disse Anderson Barbosa, um dos aprovados no concurso.

Segundo o concursado, a primeira promessa foi de contratação imediata. Após o fim do curso, que ocorreu em 1° de novembro do ano passado, a nomeação ficou para até 59 dias, depois, até dezembro do ano passado. “Depois de ter falado nesses 10 ou 15 dias, eles voltaram a falar que não teria como nos chamar agora, pois a Lei de Responsabilidade fiscal impede”, completou.

De acordo com o governador do Estado, Gladson Cameli, ele espera apenas conseguir se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Se eu convocar sem observar a lei, as nomeações serão nulas de direito. [...] Estou mandando um projeto para a Assembleia Legislativa para convocar os policiais que estão à disposição pra vir para as ruas”, disse o governador durante coletiva realizada ontem (27), na Casa Civil.

Para os aprovados, a explicação do governador não convence, já que existe uma exceção na LRF que permite a contratação de pessoal para área de segurança pública, mesmo quando o gasto com pessoal está acima do limite prudencial.

“Em reunião com a comissão dos formados no dia 07 de Janeiro, o governador prometeu divulgar o resultado final em dois dias úteis. Porém não foi divulgado, mesmo que isso não traga nenhum custo ao governo. Saímos dos nossos empregos para iniciar o curso de formação, e estamos há quase 3 meses formados, porém desempregados. Mesmo diante desse caos de violência, o governo não nos contrata,” comentou a formada Barbara Sobral.

agazeta logotipoAv. Antônio da Rocha Viana, 1.559
Vila Ivonete - Cep. 69.914-610
Rio Branco - Acre
Tel.: (68) 2106-3050
Fax: (68) 2106-3081



Fique Conectado